sexta-feira, 24 de agosto de 2012

Nossa empresa pode ajudar você na montagem de seu negócio.

Criamos este post para auxiliar a futuros e atuais empreendedores que estão buscando algum negócio para empreender principalmente no setor industrial. Nós do Salon Emprendedor a mais de 12 anos auxiliamos empreendedores de toda America Latina, África e inclusive Europa na formatação de seus negócios, principalmente se tratando de fabricas de pequeno e médio porte. Seja na obtenção de licenças para formalização de suas atividades, desenvolvendo planos de negócio, elaborando cartilhas e manuais de boas praticas, treinando colaboradores, otimizando instalações de fabricas em funcionamento e até mesmo formatando fabricas e negócios “do zero”. Basicamente somos uma empresa que pode auxiliar micro empreendedor industriais, em qualquer etapa do seu negócio. Se você ainda não tem seu negócio próprio, mais consegue vislumbrar negócios, tendo em vista as abundancias da sua região Seja: Terra, frutas, Verduras, Hortaliças. Saiba que podemos ajuda-lo a lapidar estas ideias. Hoje o Salon Emprendedor possui mais de 250 configurações de fabricas diferentes. Todas: estudadas, formatadas, manualizadas e garantidamente rentáveis. Você não receberá uma receita de bolo de como montar seu negócio, tal porque cada negócio é um negócio e cada região é uma região, mais terá sim, um negócio entregue com sistema “chave em mãos” otimizado e adaptado 100% a sua realidade. - Como funciona isso? Uma vez escolhido que tipo de fabrica ou negócio pretende-se instalar, ou, até mesmo que tipo de matéria prima pretende-se processar, sugerimos algumas configurações de fabricas e apresentamos o preço de cada uma delas de acordo com sua capacidade. Vale mencionar que nossas propostas são bastaste flexíveis podendo ter um preço total de a partir de R$ 15.000,00 Em conjunto com a proposta pode receber também um guia para elaborar um estudo simples de viabilidade do negócio, seguindo o passo a passo você poderá organizar sua ideia, facilitando sua tomada de decisão. Tão pronto tenha tomado a decisão de empreender, e mais do que nunca esta convencido por conta própria que existe a possibilidade de implantar o negócio em sua região, tomamos como base o menor orçamento enviado e, a partir, de um sinal de negócio um de nossos consultores visitará você em uma data previamente agendada para em conjunto contigo formatar o plano de negócio pratico de seu novo empreendimento. Em uma semana (duração da visita) você terá certeza de que tipo de negócio estará iniciando, que recursos físicos serão necessários, que custo isso teria, que ganho poderia ter, que tipo de facilidades e dificuldades poderá encontrar, tudo isso 100% adaptado a sua realidade. No fim desta semana de trabalho, caso opte por empreender o negócio, assinamos um contrato de fornecimento de todo equipamento, ferramentas e transferência de know-how do negócio. Então no prazo médio de 60 dias seus equipamentos estarão todos prontos e disponíveis para embarque e instalação. Logo, agendamos outra visita onde uma equipe de profissionais do Salon Emprendedor instalará e treinará você e seu pessoal na fabricação, venda, logística e administração do negócio.

segunda-feira, 12 de setembro de 2011

Negócio das Hortaliças



AS HORTALIÇAS, OPORTUNIDADE PARA SUA MICRO INDÚSTRIA E PROJETO PRODUTIVO
Os Agro-negócios com a agro-transformação dos produtos hortícolas em uma opção industrial, ainda é um campo virgem na maior parte dos hemisférios, a exceção de alguns mercados onde a investimentos de grandes empresas, que encontram um exitoso caminho em produtos hortícolas industrializados.
A agroindústria de transformação de matérias primas locais, assim como o incentivo a sua produção, são hoje o maior desafio para a conversão do campo para os agronegócios, mais só é necessários acrescentar um valor agregado de produção.
É aqui onde nasce uma grande oportunidade de negócios para o pequeno investidor e o novo agro-empreendedor, ocupando espaços onde as grandes empresas vão deixando para novos produtos:
Produtos de Oportunidades para o Agro-Empreendedor.
a) Produtos com demanda para preparação mais artesanal
b) Os produtos fabricados 100% naturais e sem conservantes
c) Produtos que não entram na lista de consumo massificado
d) Para os que são quase delicateses/exclusividades da culinária
e) Produtos típicos: tradicional de vários países/regiões c/demanda mundial
f) Inovações/propostas, a um mercado que busca novidades
g) Produtos de moda o tendência que lançam empreendimentos
h) Produtos feitos com matérias primas limitadas, tida como exclusivas, o que logicamente dificulta a produção para grandes Cia.
* Estes e alguns dos parâmetros que ditam e orientam as grandes oportunidades que este setor oferece hoje em dia.
O retorno ao campo é um caminho que se vem trilhando como um ato natural do encontro do ser humano com a natureza e suas origens.
Isso que aparentemente possa resultar uma afirmação quase romântica, é um feito constatado não só na tendência mundial de consumo, senão na opção de milhares de pessoas que em vários países, vultam a vive em zonas rurais, nota-se uma grande migração das grandes cidades para o campo, famílias que decidem viver em sítios, chácaras o pequenas fazendas, que hoje são conectadas por estradas as grandes cidades, que permite chegar as metrópoles com grande rapidez.
A tendência mundial de hoje pelo consumo de produtos naturais, já é uma tendência que veio para ficar, assim como as pequenas industrias do setor que já vem crescendo constantemente, nos últimos anos, hoje representa um mercado coma grande expansão, o que implica uma grande oportunidade de negocio e espaço, para os novos empreendedores e a geração de novos empregos e uma nova geração de empresários produtivos.
A agro-transformação dos vegetais hortícolas em produtos para consumo, são uma excelente alternativa com um esplêndido futuro industrial, para quem deseje trilhar este caminho em nosso continente, com abundante matéria prima e renovável.
Agora a pergunta que fica ante estas oportunidades:
Que tipo de pequenas fabricas posso montar? A partir de que produto hortícolas? Quanto custa um empreendimento deste tipo? Que equipamentos e maquinas são necessários? O que será necessário saber tecnicamente para ser um fabricante? Que espaço se necessita para montar uma pequena fabrica?
Estas são algumas das interrogantes que iremos respondendo medida que seja os interesses apresentados pelos leitores de este site. O espaço esta destinado para isso, para aportar de ideais, experiências, tecnologias, todo tipo de opções para as micro-industrias, assim como conhecimento em técnicas de processos e de gestão empreendedora de resultados.
Veja Lista de Opções com alguns tipos de fábricas p/Montar
PEQ. INDUSTRIAS: VEGETAIS/HORTALIÇAS/PLANTAS
01 Produtos hortícolas e vegetais naturais congelados
02 Vegetais hortícolas frescos cortados prontos para o consumo
03 Conservas / Vegetais Inteiros / Cortados em azeite
04 Curtidos o Picles Preparados com especiarias ao vinagre/sal
05 Sopas Preparadas, Cremes, Salsas Congeladas
06 Cremes / Papinhas / Purês de Verduras p Bebes em conservas
07 Condimento e Temperos secos, picados e moídos
08 Salsas Preparadas secas e desidratadas pronta para uso
09 Purês Salsas prontas; temperadas e variadas c/ tomates
10 Sopas Desidratadas, Listas e Formuladas p ser consumidas
11 Pestos/Antepastos desidratados prontos para ser aplicados
12 Sopas dietéticas e fitoterápicas congeladas prontas p usar
13 Fitoterápicos extratos secos e encapsulados de vegetais
14 Cosmética natural, cremes faciais, Shampoos de Vegetais
15 Os Óleos essências e medicinais de diversos vegetais
16 Laboratório, remédios naturais c/ diversas apresentações
17 Vegetais desidratados e conservados em óleos com temperos
18 Tomates secos naturais e conservados em óleos com vegetais
19 Pasta de alho, Temperos/Completos, Preparado C/ Sal especiarias
20 Polpas Naturais Vegetais- Hortaliças -Moídas Congeladas.
21 Feijões e Outros Cozidos / Preparados artesanais p/ consumo
22 Vegetais Recheios c/ suas preparações, conservadas em azeite
23 Pimentas / Salsas / Pastas inteiras, conservas em vidros e saches
24 As Polpas p/ sucos vegetais congeladas e listas para usar
25 Sucos e Polpas vitamínicas formuladas e listas para consumir
26 Batatas e Mandiocas fritas secas tipo chips e outras
São mais de 25 opções para a montagem de micro-industrias e de pequenas fábricas, selecione a sua e bons negócios.
Se deseja alguma consulta de como pode ter acesso e como montar una das fabricas, nos escrevas, assim como deseja que analisemos alguma em especial, este é seu espaço p/ empreender.
Consultas para Instalação e Montagem de sua Micro Indústria, Contato:

S A L O N E M P R E N D E D O R
Brasil – Argentina – Paraguai – Chile – Equador - Venezuela
Sede: São Paulo-Brasil
Tel:55-11-2805-1262
Fax:55-11-2805-1262
Tel. 55-13-3029-0607
Tel: 55-13-3596-6809
e-mail: salonemprendedor.br@gmail.com
MSN: salonemprendedor@hotmail.com
Skype:salon.emprendedor.br

Negócio de Sucos



100 Tipos de Sucos, uma Alternativas. Para um Projeto de Fabricação (SUCOS E POLPAS).

Tipos de Sucos: Tropicais – Vitamínicos – Fitoterápicos – Mineralizantes – Cremosos – Exóticos etc.
Analise e Examine os diferentes tipos de Polpas e Sucos direcionados a vários e diferentes segmentos de mercado de consumo, a especialização do setor em questão e seu grande crescimento, fazem que surjam ótimas opções para que se possa entrar no negocio de sucos e polpas, para atender um mercado que é hoje uma linha quase vertical no quadro de negócios em franco crescimento, e seja qual for a posição na escala de negócios que se posicione, estará posicionado em um mercado comprador, com uma tendência de consumo que veio para ficar e faz anos que não para de crescer.
Veja neste blog post de Como montar sua Fábrica de Polpas de Frutas e outro Como Montar sua Mini Fabrica de Sucos. Para seu empreendimento, sua Pequena Fábrica, contatar o Dpto Comercial do Salon Emprendedor:
negocio@salonemprendedor.com.br

Procure seu lugar ao sol e desfrute deste mar de sucos, cores e sabores.
Algumas Posições em Escala de Negócios p/ Polpas e Sucos de Frutas
Fabricante de Polpas - Sucos
Importador ou Exportador
Franquia e Franqueados
Concessionário ou Consignatário
Distribuição de Polpas e Sucos
Revenda Institucional de Sucos.
Casas Especializadas em Sucos
Quiosques e lojas de Polpas-Sucos.
Ponto de Venta c/Dispensador p/Sucos.
Agora veja os diferentes produtos e opções que oferece este rentável ramo e algumas das opções, para estruturar e gestar seu próprio modelo de negocio, criando sua proposta e diferencial no mercado.
Modelos e Propostas para o Negocio de Sucos/Polpas
Sucos Comercializados pelo seu Sabor: Este corresponde ao mercado de consumo que mais se conhece, o qual esta orientado para as preferências por sabor, em ofertas mais massivas e disponíveis, conforme habito de consumo-oferta, como é o caso do suco de laranja, abacaxi, pêssego, manga e outros. Uma variável é o consumo de sucos estimulados pela sua temporada de colheita e sua disponibilidade em todo o mercado, cujos sucos e frutas obtêm preferência pelo seu custo econômico.
Mix de Sucos mistura de sabores com denominação: Estes sucos correspondem a mistura ou combinação de sucos com uma denominação por origem, é um mix, feito por sua procedência, atendem um paladar ou sensibilidade de gosto por uma região, seja esta por identidade, por atração ao tipo de sabor. As frutas de climas tropicais possuem uma certa característica de sabor marcante, que não se encontra nas frutas com clima mais temperado e vice e versa, outras denominações seguem o mesmo padrão de sabores característicos com sua própria personalidade.
Exemplo:
Sucos-Tropicais/ Sucos-Temperados/ Sucos-Exóticos/ Sucos-Silvestres/ Regionais. Estas são algumas das denominações que são usadas nas casas de sucos ou por fabricantes que já direcionariam seus produtos ao segmento de mercado.
Sucos polposos e cremosos: São sucos compostos pela presença de uma alta polposidade, tem uma maior concentração de sólidos solúveis em sua polpa, que os torna mais polposos, cremosos e densos. Uma combinação de estes sucos, são uma preferência de quem deseja substituir um café da manhã ou lanche, já que suas características de textura nutricional, promovem um bem estar de saciedade naquele que o consome, especial para fazer dietas de alimentos sólidos
Exemplo de frutas polposas e aplicáveis: Banana- Abacate - Manga - Goiaba - Morango - Maça - Pêra- Caqui.
Sucos Combinado com Nominação: Este segmento de sucos, corresponde as combinacões más popularizadas pelo seu consumo e aceitação, as quais ja se ganharam um nome ou uma nominação. As casas de sucos, especializadas em variedades, sabem que estas combinações deve fazer parte do menu da casa atendendo uma demanda diária. Citemos alguns exemplos:
Laranja /Acerola
Abacaxi/hortelã
Cenoura /Laranja
Pêra/Maça.
Banana/Abacate.
Goiaba/Mamão.
Sucos/Polpas de Complexos Vitamínicos: São Sucos e Polpas que em sua preparação, o una combinação dos mesmos estão orientadas para atender uma demanda e uma tendência baseada no consumo de vitaminas naturais, cujos principio ativo são encontrados nas próprias frutas.
O consumidor esta mais interessado na composição do suco e polpa mais que pelo próprio sabor, sua escolha será orientada pelas frutas presentes e na combinação, que elas, correspondem efetivamente as tabelas vitamínicas e nutricionais cujos conteúdos e índices de vitaminas, sejam os da combinação selecionada, é dizer, frutas com alto índice de vitamina designada.
Mais por experiência, é fundamental que o mix, o a combinação dos sucos sejam também saborosos. È dizer se deve unir ao útil e ao agradável, são palavras de um bom fabricante com êxito no negocio de sucos e polpas
No post: Sucos Vitamínicos Fórmula e Preparação de Sucos. listamos as Vitaminas e algumas das frutas correspondentes, que formariam parte da proposta, que permitirá assim, configurar suas adequadas combinações dos chamados Sucos Vitamínicos.

quarta-feira, 25 de maio de 2011

O Plano de Negocio Prático, Plano de Negócio p/ Pequena Indústria. (PARTE II)

Nos acompanhe, Vamos fazer juntos o seu plano de negócio prático, Passo a Passo!

Passo 1- Montagem e seleção de fornecedores
Vamos Iniciar sua agenda com a visita ao mercado de fornecedores de matérias primas, atacadistas e importadores. Sugerimos que os visite para ter percepções claras sobre cada um deles.
Dica: Elabore Fichas e Planilha, Crie uma planilha de avaliação, contendo pontos como: variedade, qualidade de produto, especialidade, preços, sazonalidades etc. É importante ter em mente que uma fabrica sem matéria prima é um carro sem gasolina no meio do nada. Antes de sair de casa, imagine a importância de ter bons fornecedores, trate-os igual ou melhor do que a um cliente, lembre que depende da matéria prima a qualidade do produto.

Passo 2- Visitar o seu mercado (sua nova praia)
Vá até os locais onde o produto que deseja produzir é vendido.
Veja os produtos iguais ao seu, similares, substitutos, ou seja: produtos que não são iguais ao seu, mais que podem concorrer com ele indiretamente exemplo: (Suco X Refrigerante), (Bala X Goma de Mascar), (Amendoim Torrado X Soja torrada) (Bata chips x Salgadinho). Faça uma comparação entre seu produto e o da concorrência, visitando atacadistas, varejista, ponto de venda tradicional bem como os pontos de vendas alternativos. Se possível visite os concorrentes, tente saber que produtos fabricam e quem são seus fornecedores no mercado.

Passo 3- Produtos Concorrência e Mercado Potencial Retornando a sua casa ou seu escritório organize a informação, veja os produtos e experimente os produtos que imaginamos tenha comprado em sua jornada em campo veja detalhadamente a embalagem, as cores, lembre em que posição os encontro una gôndola, avalie se o preço cobrado foi proporcional a qualidade, tente calcular o custo de fabricação e margem de lucro aproximado, anote detalhes de sabor, cor e aroma, veja e compare o que o líder de mercado tem que os outros não tem. Use seu olfato empresarial e pense como você poderia ser melhor, se posicionando melhor, sugerimos que compartilhe sua experiência e colha percepções junto a amigos e familiares.


Passo 4- Custos Fixos e Operacionais de Implantação.
Agora vamos seguir para o próximo passo, É preciso saber quanto custaria por mês a manutenção do nosso negocio, produzindo uma quantidade mínima por mês, vamos fazer uma estimativa de custos fixos ou seja: luz, água, telefone, aluguel, mão de obra, transporte, alimentação, material de escritório, limpeza etc.  Uma boa dica é comparar com o que gasta em sua casa, multiplique pelo dobro.Não adianta querer certeza, nesta faze não espere ter valores exatos pois só terá certeza dos valores quando de fato estiver fazendo, não planejando.
É muito importante que em toda a visão de montagem do negocio tenha um lema em sua cabeça: “aprender tudo ou quase tudo, com muito pouco ou nada”  porque se esperar ter tudo na mão...ééé amigo acho que nunca sairá do papel.  
A típica expressão “eu começo quanto tenha as condições idéias para fazer” e um comum engano a famosa busca pelo ideal geralmente nunca ocorre. Saiba que isso e um pretexto muito utilizado para prorrogar decisões ou para “realizar alguma coisa”.

Passo 5 – Formação de custo operacional de produção e investimento
Hora de avaliar os números e ver nossa posição de viabilidade do empreendimento,façamos os cálculos para saber quanto nos custaria aproximadamente fabricar os produtos da pauta de operações, ver e somar as matérias primas, os insumos com sua embalagem etc. Tudo será aproximado depois vamos ter tempo para afiar os números, não se amarre sem avançar no plano.  
Saber estimar quanto nos custaria produzir por dia? por semana? por mês? tendo em vista à matéria prima e mão de obra mínima, gastos fixos do mês, transporte de compra e venda, não esqueça  de acrecentar 4 a 6% para fundo de marketing. Agora que já tem tudo isso na mão, Já decidiu se quer montar seu negocio? Pense nisso 1 minuto…

Bom se já esta recuperado da decisão, já temos uma idéia de quanto nos custaria produzir, já temos o custo estimativo do produto, sabemos qual será o mais vantajoso na primeira etapa e na segunda etapa, sabemos que capital será necessário para produzir diariamente, mensalmente etc. Sabemos também que preço terá nosso produto comparado com os concorrentes, que preço e produtos seriam mais vantajosos.

Passo 6 – Decisão e busca de recursos Agora que já sabe qual o capital operacional necessário para o inicio do nosso negocio, cabe definir se podemos ou não fazer, se é possível ou não realizá-lo, e se você se vê como empresário dentro desse segmento? Se a resposta é sim, então vamos viabilizar de que maneira? Podemos fazer de forma industrial ou iniciamos de forma mais caseira e artesanal? Temos recursos suficientes ou devemos buscar um sócio ou um financiamento.
Vale mencionar que não chegamos até está etapa só para satisfazer uma curiosidade ou guardar as informações no computador ou gaveta.
Se chegamos nesse ponto é hora de fazer acontecer!

Programa Marketing de Relacionamento
Passo 7- Hora De pensar no marketing,
É hora de vender nossa idéia de negócio discursar sobre seu produto por todos os canais que conseguir, mais isso é assunto para um próximo post.
Mais antes disso daremos uma pausa.

Se gostou de nosso post deixe seu comentário, se decidiu realizar, entre em contato conosco de repente podemos te auxiliar.

S A L O N   E M P R E N D E D O R  Brasil – Argentina – Paraguai – Chile – Equador - Venezuela
Sede: São Paulo-Brasil
Tel:55-11-2805-1262
Fax:55-11-2805-1262
Tel. 55-13-3029-0607
Tel: 55-13-3596-6809
e-mail:
salonemprendedor.br@gmail.com
MSN: salonemprendedor@hotmail.com
Skype:
salon.emprendedor.br

O Plano de Negocio Prático, Plano de Negócio p/ Pequena Indústria (PARTE I)

Esta metodologia de montagem pratica do Plano de Negócio, é aplicado no nosso programa de formação empresarial para empreendedores que adquirem fábricas por meio do Salon Empreendedor. Aqui resumimos sua forma interativa como se usa e como e aplicado no plano, nas tarefas diárias de montagem, de uma pequena fabrica, mais também pode ser aplicável a qualquer segmento.

O Plano de negocio de forma simplificada, da proposta de negocio transmitida de maneira escrita sobre O Plano de Negocio. Descreve o que se pretende fazer e como será planejado o funcionamento do negócio, de como a idéia vai ser tornar real e viável, demonstra que é um ótimo negocio, com uma boa demonstração da rentabilidade e do excelente retorno do capital investido. Evidentemente que isso agrada muito a bancos, instituições financeiras, ONGs, Secretarias Governamentais etc., enfim órgãos que geralmente financiam projetos.
Porque essa é a forma com que se demonstra coerência, lógica quanto a um negocio, portanto você deve convir que deve ser muito convincente, pelo menos no papel, a idéia e que o plano de negocio seja convincente para quem o lê.
 
Bom...! Mais não é esse o formato do Plano de Negócio do qual falaremos a seguir, queremos falar de um plano de negócio que será só para nosso próprio uso de forma mais simples e pratica, o anterior tem um formato mais técnico na organização de seus conteúdos, lembre-se que é para atender o objetivo vital de ser visto e lido por terceiros que geralmente o analisam nos seus mínimos detalhes de formatação, arranjo, enquadramento etc. com fim de geralmente liberar ou não uma verba ou financiamento.

Não vamos esperar fazer todo o plano de negocio, para descobrir se o negocio é ou não viável. Vamos deixar isso para os estudantes que precisam se exercitar a fim de alcançar um formato de organização de pensamento básico, sobre conceito de negócios, porque neste caso o objetivo é outro, aí não importa os resultados do estudo se não o processo de realização e exercício da metodologia Aplicada.
Agora sem mais delongas vamos por em pratica, o nosso plano de negócio, se já configuramos bem a idéia de negócio anteriormente (veja post a respeito), idealizamos a viabilidade do negócio por meio do método mais antigo e mais praticado pelos empresários é dizer 2+2, ou seja, a lógica básica da matemática dos negócios.

Vamos ao ponto, vamos imaginar que já tem a idéia e sua intuição te diz que é um negócio viável, o que fica e a duvida de como montar o plano de negocio, para que seja eficaz, direcione a potencialidade do eventual negocio.
O que realmente faz diferença para que um plano de negócio seja bem sucedido na pratica não é como se faz ou a formatação que essa pessoa escolha se não quem vai fazer, pois é o autor que determinará se o negócio será ou não exitoso.

Nos vamos auxiliar-lo no processo de elaboração do seu plano de negócio aplicativo em nosso próximo post com o mesmo nome
S A L O N   E M P R E N D E D O R 
Brasil – Argentina – Paraguai – Chile – Equador - Venezuela
Sede: São Paulo-Brasil
Tel:55-11-2805-1262
Fax:55-11-2805-1262
Tel. 55-13-3029-0607
Tel: 55-13-3596-6809
e-mail:
salonemprendedor.br@gmail.com
MSN: salonemprendedor@hotmail.com
Skype:salon.emprendedor.br

domingo, 28 de março de 2010

"Fluxograma Fabricação" Polpas de Frutas e Despolpado

Fluxo grama e Processos de Fabricação de Polpas de Frutas Naturais 2a Parte.
Continuação do processo para o Despolpado das frutas. Uma vez feita a sanitação da área...

Procedimento para Despolpar

"maquina despolpar" frutas: Salon Emprendedor
salonemprendedor@yahoo.com

  

Equipamento e maquinarias: 01 Despolpadora com capacidade para 50/80 kg hora. Completamente em aço inoxidável, elétrica com motor e instalação individual, 01 liquidificador de 03/05 litros para tarefas de homogeneização ou de trituração de apoio da máquina (necessário para algumas frutas), 02 recipientes exclusivos para recepção de polpa, 01 para o bagaço, 01 Bancada de apoio para operações, 01 colher-espátula de goma alimentar para alimentar a maquina despolpadora, 01 pulverizador manual para desinfecção da área, 01 torneira com extensão e ducha manual ou pistão de água para a lavagem da maquina, 01 armário para os elementos de higiene y desinfecção exclusivos para secção. Área necessária 3.5 m².

06) Área de Fracionamento e Selagem de Polpas; área com bancada para 02 operadores, com 01 armário metálico para insumos e acessórios, 02 tomadas elétricas, 02 funis para apoio de fracionamento e jarras de 01/02 litro com graduação.

Equipamentos e maquinas: 01 tanque dosador de 15/20 litros com uma torneira e bico dosador, todo em aço inoxidável, 01 seladora e soldadora elétrica de bolsas plásticas com temporizador com 30/40 cm de área de selagem, 01 balança eletrônica para pesagem de 50 grs. a 05 kg, 01 marcador de datas de validade para os produtos. Área necessária para 02 operadores de 03/04 m².

07) Área de Congelamento Rápido, é um setor continuo ao selamento e pesagem das bolsinhas de polpas, que deverão ser imediatamente dispostas no congelador rápido e acomodadas para seu congelamento, o qual deve alcançar seu ponto de congelamento total das polpas dentro de um tempo máximo de 6/8 hrs

08) Área de Armazenamento e Congelado, uma vez alcançado o ponto de congelamento na etapa anterior, se deve acomodar nesta área para seu armazenamento, para aguardar o momento de sua expedição das polpas para venta e transporte ao ponto de comercialização.

09) Expedição e transporte: é necessário caixas de isopor ou caixas térmicas para o repartição e entrega dos produtos, levando em conta que seu tempo de exposição não deve ultrapassar 06 horas, e mantidas em gelo nestes recipientes adequados com isolamento térmico.

RECOMENDAÇÕES DE INSTALAÇÃO> AREA DE 24/26 mts²

CONTATOS PARA SUA FABRICA: salonemprendedor@yahoo.com



SALON EMPRENDEDOR

Fluxograma Pulpas de Frutas, Processo de Produção de Pulpas

FLUXOGRAMA P/ IMPLANTAR PEQUENA FABRICA DE POLPAS:

O fluxograma de produção é determinante para a instalação e disposição dos equipamentos e gestão dos processos de produção e fabricação e a propria funcionalidade dos mesmos processos, nas diferentes áreas do processamento dentro da indústria de polpas.

Descrevemos as áreas mais importantes que contem o fluxograma de produção para uma micro e pequena fábrica de polpas, com seus equipamentos necessários, bem como acessórios e ferramentas básicas para sua operatividade produtiva na implementação da sua fabrica propria.
Contatos p/ sua Fabrica ; salonemprendedor@yahoo.com



Fluxograma Básico
de Produção de Polpas

Processo de Fabricação: Extrato dos Manuais e Técnicas p/Fabricação de Polpas de Frutas do Salon Emprendedor   

Colheita- Pré-seleção

Classificação – Pré-lavado

Recepção– Pesagem

Lavagem – Sanitização- Descartes

Enxaguar – Desclorificar

Cortes – Descascados

Tratamentos – Escaldados

Despolpado – Refinado

Homogenização

Embalar – Selar -Etiquetar

Congelamento – Armazenagem

PARA VER FOTOS E IMÁGENES VISITAR.

http://salonemprendedorbr.blogspot.com/

OS EQUIPAMENTOS E MAQUINAS POR SEÇÕES.

Vamos compor aqui uma pequena unidade de produção para uma capacidade de 100/150 Kg de polpa por día, a pesar de que o potencial pode ser ampliado, partiremos com estes indicadores, as instalações não incluem área de escritório. Iniciaremos por:

01) A Recepção das frutas, matéria prima. Aqui é necessário contar com 1 balança (recomendável uma de 250 kg) destinada a pesagem da fruta em caixas. Além de uma área de 02/03 m², 01 pequeno armário para arquivos. Pessoal coma indumentária adequada, material de controle como: placas, quadros, canetas etc,.

Preparação das Frutas:

Lavagem e Sanitação para o Processo de Fabricação

02) Área de Pre-lavado e Lavado: Pessoal equipado com tocas, botas, luvas, aventais impermeáveis, escovas manuais etc. Equipamento 01 lavador com sistema para imersão lavagem das frutas. O projeto criou um lavador de 03 pias com duchas individuais que permite estas tarefas com ótimos resultados de higienização e sanitação. É necessário 02 baldes de plástico de 50 lts para imersão e apoio ao lavador a fim de aumentar a produção, 01 móvel metálico para todo os utensílios. Uma área de 4/4.5 m². para 02/03 operadores.

03) Área de Cortes e Descascamentos: Pessoal equipado completo, sem contato direto com as frutas, sala com paredes lisas e azulejadas, piso liso e lavável com deságües, ventilada e protegida por telas anti-mosquitos, as quais devem ser ampliadas a toda instalação da unidade de produção.

Os implementos: 01 bancada de aço inoxidável ou de cimento com azulejos de 2.40m; 01 pia de mão; 03 tabuas de corte de poliuretano duro; 02 facas grandes e 02 pequenas para cortes de limpeza, 02 extrator de miolos, 02 descascadores de cabeça móvel e manual, bandejas de plástico brancas 03 de borda alta 01 borda baixa, 01 recipiente esterilizado para cascas sanitadas e para armazenagem, 01 para resíduos, 01 moinho comum para moenda de frutas duras, cenouras, beterrabas, etc. Área necessária 03/04 m².

04) Área de Escaldado, 01 fogão semi industrial para esquentar água com panela esmaltada ou de aço inoxidável de 15/20 lts, 01 cesto em aço inoxidável ou cromado, para imersão das frutas, (menor que a panela), a opção por vapor em banho maría é mais aconselhável, 01 recipiente para água fria com gelo para esfriar as frutas. Não são todas as frutas que necessariamente se devem escaldar. Nesta área são necessários 02 operadores e uma área de 03/04 metros2, 01 bancada de trabalho em aço inoxidável ou de cimento com azulejos de 1.20 mts.

05) Área de Despolpado; Setor protegido com área de deságüe para o lavado da maquina, antes e depois de cada dia de operações, 01 operador equipado e protegido do contato com a polpa, pisos e paredes lisas laváveis e azulejadas, separador de seção ou divisória lavável, área totalmente a séptica, desinfetada com esterilização aérea, antes de despolpar, com vaporizador tipo aerossol de gatilho manual, contendo mistura de álcool puro ao 18% com água. .... continua no proximo Post.

Sua Fabrica Polpa de Frutas: salonemprendedor@yahoo.com
 VEJA NO PROXIMO POST
P/ COMPLETAR AS SEÇÕES
Obrigado.

SUA CONSULTA TECNICA E COMERCIAL
AO SALON EMPRENDEDOR
CONTATO P/SUA FABRICA
salonemprendedor@yahoo.com :